Os péptidos natriuréticos constituem um conjunto de hormonas sintetizadas nas células miocárdicas atriais (ANP), ventriculares (BNP) e do endotélio (CNP).

O pro-BNP é uma pro-hormona que é clivada em 2 fragmentos: um fragmento C terminal biologicamente ativo (BNP) e um N terminal, biologicamente inativo (NT-proBNP). BNP e NT-proBNP são sintetizados principalmente no miocárdio do ventrículo esquerdo em resposta ao estresse da parede miocárdica. O BNP actua para aliviar os sintomas associados com a expansão de volume e sobrecarga de pressão, promovendo a natriurese e a diurese, vasodilatação, e a supressão do sistema renina-angiotensina-aldosterona reduzindo a pré-carga e consequentemente o estiramento ventricular com melhora da função cardíaca.

BNP e NT-proBNP
O BNP e NT-proBNP são produtos da clivagem do pro-BNP, hormona pronuzida por células musculares cardíacas.

Tanto BNP quanto NT-proBNP têm demonstrado, de forma independente, serem factores de prognóstico em pacientes com infarto agudo do miocárdio e insuficiência ventricular esquerda. A concentração plasmática de BNP também aumenta nas condições que apresentam disfunção diastólica como miocardiopatia hipertrófica, estenose aórtica e cardiomiopatia restritiva assim como nas associadas com insuficiência do ventrículo direito, como hipertensão pulmonar primária, cor pulmonale e embolia pulmonar.[/su_box][/su_spoiler]

Deficiências do sistema de péptidos natriuréticos estão associados com o desenvolvimento de factores de risco cardiovasculares, tais como hipertensão, hipertrofia ventricular esquerda, e hiperglicémia

Copyright © 2014 - 2021. Portal angomed.comTermo de Uso | Política de Privacidade