A A A

FDA aprova Inibidor da Neprisilina como Novo Tratamento da Insuficiência Cardíaca

A FDA (Administração para Alimentos e Medicamentos, sigla em inglês) dos Estados Unidos aprovou, no dia 7 de Julho de 2015, o Entresto (comprimidos com a combinação sacubitril+valsartan) para o tratamento de insuficiência cardíaca crônica (ICC).

Em estudo recente (PARADIGM-HF, com mais de 8000 adultos), o Entresto reduziu a mortalidade cardiovascular, morte por todas as causas e hospitalização relacionada com insuficiência cardíaca, quando comparada com enalapril. Ela deverá ser usada como substituto dos inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA) e em combinação com outras drogas atualmente disponíveis para ICC (beta-bloquadores, diuréticos, nitratos, hidralazina, etc.).

A insuficiência cardíaca é uma condição comum que afeta cerca de 5,1 milhões de pessoas nos Estados Unidos. É uma condição que se caracteriza pela incapacidade de o coração bombear o sangue com força suficiente para suprir as necessidades do corpo. Mesmo com as medidas medicamentosas e não medicamentosas disponíveis, a insuficiência cardíaca é uma condição progressiva. Entre as principais causas da ICC estão a hipertensão arterial, o infarto do miocárdio, doença de chagas (na América Latina principalmente) e doença reumática.

“A insuficiência cardíaca é uma das principais causas de morte e incapacidade em adultos”, disse Norman Stockbridge, MD, Ph.D., Diretor da Divisão de Produtos Cardiovasculares e Renais no Centro do FDA para Avaliação e Pesquisa de Drogas. “O tratamento pode ajudar as pessoas com insuficiência cardíaca vivem mais tempo e desfrutar de uma vida mais ativa.”

Segundo Sean Pinney, MD, FACC, editor do ACC.org, “A aprovação do Entresto é um passo importante no tratamento da insuficiência cardíaca com disfunção sistólica.”

Os efeitos secundários mais comuns em participantes de ensaios clínicos tratados com Entresto foram a pressão arterial baixa (hipotensão), os níveis de potássio no sangue (hipercalemia), insuficiência renal.

Angioedema (uma reação alérgica geralmente aparecendo como inchaço dos lábios ou o rosto) também foi relatado com Entresto; pacientes negros e pacientes com história prévia de angioedema têm um risco mais elevado. O comunicado do FDA reforça que os doentes devem ser informados a não utilizar Entresto com qualquer outro fármaco do grupo dos IECA, pois o risco de angioedema é aumentado. Ao alternar entre Entresto e um inibidor da ECA, a utilização dos dois fármacos devem ser separados por 36 horas.

[tabs style=”h1″ ]
[tab title=”Leia também” ]

[/tab]
[tab title=”Referências” ]

  1. Angiotensin–Neprilysin Inhibition versus Enalapril in Heart Failure. N Engl J Med 2014; 371:993-1004
  2. Angiotensin Receptor Neprilysin Inhibition Compared With Enalapril on the Risk of Clinical Progression in Surviving Patients With Heart Failure. Circulation. 2015;131.
  3. Neprilysin Inhibition — A Novel Therapy for Heart Failure. N Engl J Med 2014; 371:1062-1064

[/tab]
[/tabs]

Especialidades: Cardiologia , Notícias Palavras-chave: , , , ,

Copyright © 2014 - 2018. Portal angomed.comTermo de Uso | Política de Privacidade