A A A

Consumo de Álcool na Meia Idade e Risco de AVC (Stroke)

Alcohol Consumption at Midlife and Risk of Stroke During 43 Years of Follow-Up

Pavla Kadlecová, MSc, Ross Andel, PhD, Robert Mikulík, PhD, Elizabeth P. Handing, BA and Nancy L. Pedersen, PhD

Estudo publicado na revista Stroke teve como objectivo determinar a relação entre o consumo de álcool e a variação da idade bem como o efeito dos factores genéticos. O estudo foi uma coorte om um seguimento de 43 anos para incidência de acidente vascular cerebral (AVC) em gêmeos.

Foram incluídos todos os 11 644 membros do Swedish Twin Registry, uma base de dados de gêmeos nascidos na Suécia entre 1886-1925,  com idade ≤60 anos e que tinham registro sobre consumo de álcool. Para análise de correlação foi usada a Regressão-Cox. As co-variáveis estudadas foram a idade, sexo, doenças cardiovasculares, diabetes mellitus, reatividade ao estresse, depressão, índice de massa corporal, tabagismo e exercício.

No total, 29% participantes desenvolveram AVC. Em comparação com os que bebiam muito pouco (<0,5 doses/d), os etilistas pesados (> 2 bebidas / d) tiveram maior risco de acidente vascular cerebral (risco relativo de 1,34; P = 0,02). O mesmo se mostrou em relação aos que não bebiam (risco relativo de 1,11 ; P = 0,08). Houve um aumento do o risco de AVC nos indivíduos que não bebiam (p = 0,012), mas houve uma redução do risco de AVC com a idade entre os etilistas pesados (P = 0,040). O etilistas pesados na meia-idade eram de alto risco a partir do começo do seguimento até aos 75 anos, quando a hipertensão e diabetes mellitus passaram a ser os fatores de risco mais relevantes. Em análises de gêmeos monozigóticos, o etilismo pesado antecipou o aparecimento de acidente vascular cerebral em 5 anos (p = 0,04).

Os autores concluem que risco de AVC associado ao consumo excessivo de álcool (> 2 bebidas / d) na meia-idade parece predominar sobre os fatores de risco conhecidos, hipertensão e diabetes, até a idade de 75 anos e pode antecipar o desenvolvimento de AVC em até cinco anos anteriores de maneira independente de outros factores de risco e de factores genéticos. de co-variáveis e fatores / início de vida genética. O consumo de álcool deve ser considerado um fator de risco para acidente vascular cerebral idade-dependente.

Publicado em Stroke de 29 de Janeiro, 2015,
doi: 10.1161/STROKEAHA.114.006724

Especialidades: Medicina Interna , Neurologia Palavras-chave: , , , , ,

Copyright © 2014 - 2018. Portal angomed.comTermo de Uso | Política de Privacidade