A A A

Tenofovir vs Adefovir para o Tratamento da Hepatite B Crônica

O tenofovir (TDF) tem demonstrado eficácia a longo prazo e um elevado poder de barreira à resistência em várias populações de hepatite B crônica (HBC). Este estudo, realizado em população chinesa,  teve como objetivo avaliar a eficácia e segurança do TDF, em comparação com adefovir (ADV), em pacientes chineses com HBC durante 48 semanas de tratamento. Este estudo de fase 3, multicêntrico, duplo-cego, randomizado e controlado, comparou a eficácia e a segurança do TDF com ADV em pacientes chineses com HBC. O endpoint (desfecho) primário foi a proporção de doentes com ADN de vírus da hepatite B (VHB) < 400 cópias/mL. Os endpoints secundários incluíram a supressão viral, resposta sorológica, a melhoria histológica, normalização dos níveis de alanina aminotransferase (ALT) o surgimento de mutações de resistência.

Um total de 509 pacientes, 202 AgHBe positivo e 307 AgHBe negativos, com ADN de VHB ≥105 cópias/mL receberam TDF 300 mg VO ou ADV 10 mg VO. Na semana 48, TDF demonstrou supressão viral superior em comparação com ADV em ambos pacientes HBeAg-positivos (<0,0001 96,8% vs 71,2%, P) e HBeAg-negativos (76,7% vs 18,2%, P <0,0001) . A maioria dos pacientes em ambos os braços de tratamento atingiram normalização da ALT (> 85%). Não foi observada resistência ao TDF. A frequência de eventos adversos foi comparável entre os grupos de tratamento (TDF 3,9% vs ADV 4,8%).

Os autores do estudo concluem que neste ensaio clínico duplo-cego, randomizado, TDF demonstrou superioridade sobre o ADV no que diz respeito à supressão viral em pacientes chineses com HBC às 48 semanas de tratamento e sem o desenvolvimento de resistência

Leia o Artigo (Abstract)

Especialidades: Gastroenterologia , Infectologia Palavras-chave: , , ,

Copyright © 2014 - 2018. Portal angomed.comTermo de Uso | Política de Privacidade